Ecommerce: comece o seu negócio do zero

Tudo o que você precisa saber para começar o seu comércio online e garantir a eficiência no canal digital. Além disso, separamos algumas plataformas de e-commerce bem avaliadas por outros profissionais que administram lojas virtuais.

Começar um negócio do zero ou estar no começo de um empreendimento pode ser muito desafiador. São muitas preocupações iniciais que você deve pensar a respeito.

De fato estar no canal digital é uma excelente oportunidade de aumentar os seus resultados de vendas. Ao contrário das vendas físicas, você consegue realizar o mapeamento completo da comercialização de mercadorias. Estar no canal digital é também uma excelente forma de entender melhor o seu cliente.

Caso você já tenha a sua Loja Virtual e esteja procurando implementar estratégias mais avançadas, você pode conferir este outro conteúdo que fala sobre várias dicas que vai te ajudar a mapear a sua persona. Mas se você está dando os primeiros passos com a sua loja virtual, fique aqui mesmo e veja o que queremos te mostrar.

Segundo dados fornecidos pela ebit em 2019, o comportamento de compra dos consumidores tem crescido, mostrando que as pessoas estão adotando modelos de compras em diferentes canais e que as lojas virtuais têm ganhado a preferência dos clientes.

O grande momento do ano para os Ecommerces é na Black Friday, a qual acontece na última sexta-feira de novembro (após o feriado de ação de graças nos Estados Unidos). Os varejistas de lojas virtuais se preparam o ano todo para essa data, pois é nesse período que eles registram os maiores índices de compras.

Basicamente, é o período de ouro das lojas virtuais. E não é à toa que eles investem em grande escala em promoções e comunicações nessa época do ano.

Em 2019, a Black Friday obteve um faturamento de R$ 3,2 bilhões, com um crescimento de 23,6% em comparação com a mesma época de 2018. E as compras pelo celular também aumentaram, com um índice de 103% de aumento em comparação com o ano anterior.

As Redes Sociais ajudaram muito as plataformas de Ecommerce nesse desafio, por isso, não se esqueça de também elaborar estratégias de comunicação para essas mídias.

Agora veja o que falaremos nesse conteúdo:

O que é um Ecommerce?
Saiba como começar um Ecommerce do zero;
Quais os tipos de Ecommerce que existem;
Veja quais plataformas são as ideais para você.

O que é um Ecommerce?

o que é Ecommerce?

O Ecommerce, também conhecido como Loja Virtual ou Comércio Eletrônico, é um canal de vendas de produtos online, o qual utiliza da internet como meio de vendas.

Basicamente, você não precisa de uma loja física para divulgar os seus produtos, o qual se torna um modelo de negócios mais viável e barato. Mas vale lembrar que, se você tem uma loja física, pensar adotar uma loja virtual pode ser também um bom negócio.

É importante ressaltar é definido como um Ecommerce quando a venda é realizada inteiramente através da Internet. Muitas empresas adotam por divulgações de produto através de um site próprio, porém, preferem manter a venda através de lojas físicas.

Nesse caso, ele não pode ser intitulado como Ecommerce, pois apenas a divulgação do produto foi feita através da internet.

Ação de Apoio aos Pequenos e Médios Empreendedores!

Saiba como começar um Ecommerce do zero:

Fonte: Curso e Ecommerce do Zero

Começar um Ecommerce exige um planejamento completo antes de começar a sua execução. Separamos um passo a passo em como tirar a sua ideia do papel e colocá-la em prática, de forma organizada para gerar resultados positivos para você obter o sucesso.

1) Elabore um planejamento

Você deve entender e analisar algumas coisas inicialmente, para que assim você compreenda se há ou não viabilidade na sua ideia. Para começo, sugerimos que você responda as seguintes perguntas abaixo: O que você vai vender?

Para quem você vai vender?
Quem será o seu fornecedor?
Qual o seu custo do produto?
Quanto você vai cobrar dos seus clientes?
Quanto a sua concorrência cobra por produtos similares?
Qual é a sua concorrência?

Com essas informações e pesquisas que você fará no mercado atual, você terá uma noção de quem são os seus consumidores, quais nichos de mercado eles estão inseridos e quais comportamentos de compra eles possuem.

Veja aqui algumas sugestões de livros que vão te ajudar (e muito) a elaborar estratégias e planejamentos iniciais para o seu negócio decolar!

2) Crie uma estrutura e estabeleça os seus processos internos:

ecommerce do zero

Agora é o momento onde você sabe que o seu negócio tem potencial de mercado. Você sabe que existe mercado para aquilo que você quer vender, então o próximo passo é desenvolver o MVP (Mínimo Produto Viável).

O MVP é a versão do seu produto mais simplificada possível e com o menor custo. Esse é o passo inicial para a versão final do produto, ou da sua plataforma. É a partir do MVP que você vai começar a pensar em melhorias.

Sabemos que o começo existe diversos processos e estratégias que precisam ser estruturados em paralelo com o desenvolvimento do produto. Não adianta ter um produto muito bem elaborado, com uma plataforma de ecommerce bem projetada, se não há comunicação, não é mesmo?

Dessa forma, você precisa saber se comunicar com o seu público. A comunicação nas Redes Sociais fará você ganhar branding e lembrança da marca, além de você conseguir criar campanhas direcionadas ao seu público alvo, ofertando os produtos do seu ecommerce.

A Automação de Marketing é algo extremamente necessária para seu Ecommerce. É com ele que você vai criar a sua base de Leads e criar um relacionamento eles. Lembre-se que, você deve comunicar com valor. Entenda como fazer isso nesse artigo.

A automação de Marketing também será ideal para estratégias de abandono de carrinho e para conclusão de vendas automatizadas.

3) Invista em atendimento (gere valor):

ecommerce com valor

Com um processo de atendimento bem estruturado, você ter mais chances de ativar clientes, gerar valor e aumentar as chances de recompra.

Além disso, quando você obtém atendimentos que geram boas experiências de consumo, a probabilidade desse mesmo cliente te recomendar para amigos e familiares é muito grande. Ou seja, vale muito a pena esse investimento.

A nossa sugestão é investir em Softwares de Chatbot para que eles comecem a conversar com os seus clientes e visitantes do seu Ecommerce.

Você pode pensar em estratégias complementares, criar campanhas nas Redes Sociais que os direcionem para a sua página e com isso programar o seu Chatbot para iniciar atendimentos instantâneos.

É importante lembrar que os chatbots não substituem o atendimento humanizado, ele apenas te fornece mais oportunidades e agilidade nos primeiros contatos.

Qual é a diferença entre Market Place e Ecommerce?

Diferença entre Market Place e Ecommerce

Imagine um Shopping, onde você pode encontrar diversos produtos e de diversas lojas diferentes. O Market Place, que em português significa mercado local, trata-se de um ambiente de interação onde várias pessoas podem ofertar produtos diferentes.

Existem vários outros lojistas competindo no mesmo espaço. Já o Ecommerce, você pode ofertar diferentes tipos de produtos e ter um ambiente apenas seu.

Ter um Ecommerce não tira a possibilidade de estar presente nos Market Place, como por exemplo, o Market Place do Facebook. Na realidade, é apenas um canal diferente de divulgação de produto.

Veja quais plataformas são as ideais para você

plataforma de ecommerce

Para começar a pesquisa sobre diferentes plataformas de Ecommerce, você deve entender qual é o seu modelo de negócios e, com base nisso, começar a pesquisar sobre opiniões de outros empreendedores sobre as plataformas de ecommerce.

Existem diversos modelos de Plataformas de Ecommerce, por isso, sugerimos que você procure em plataformas de reputação das quais consolidam as opiniões dos usuários.

Para te ajudar, quero te mostrar uma comparação entre 4 Plataformas de Ecommerce que foram bem avaliadas pelos seus clientes.

Confira alguns depoimentos dos usuários de Plataformas de Ecommerce:

“Plataforma muito eficiente para ajudar nas vendas e fazer conversões.”
(Confira aqui qual é a Plataforma dessa avaliação)

“Simplicidade, intuitivo, fácil manuseio. Até para o cliente ajuda a navegação e acesso rápido para fazer a compra.”
(Confira aqui qual é a Plataforma dessa avaliação)

Software ótimo para para quem tem loja virtual pois ele um código aberto em php.”
(Confira aqui qual é a Plataforma dessa avaliação)

“Possui tudo que um ecommerce precisa, além de ser open front, que possibilita a customização da melhor maneira e como desejar e poder integrar com o ERP
(Confira aqui qual é a Plataforma dessa avaliação)

Você pode agora tomar a sua decisão com base em modelos de negócios parecidos com o seu.

Gostaríamos de recomendar algumas leituras complementares. Dá uma olhada nos tópicos abaixo:

Espero ter ajudado.

Até a próxima. 😉