O que é Inbound Marketing? Veja como usar essa Estratégia no seu Negócio!

As estratégias de Inbound Marketing têm como objetivo atrair a atenção do consumidor e transformar um desconhecido em um cliente. Mesmo sendo um método recente, ele já se provou ser muito eficiente e que dá bons resultados. Contamos aqui nesse material, tudo o que você precisa saber para aplicá-lo no seu modelo de negócio! 😉

Um dos grandes desafios do Marketing é conquistar a confiança do consumidor. Os métodos tradicionais conhecidos hoje em dia como Outbound Marketing, por mais efetivos que sejam, eles não geram tantas oportunidades quanto o Inbound Marketing.

A realidade é que ambas as estratégias devem andar de mãos dadas. Enquanto o outbound impacta com propaganda para prospecção de clientes, o Inbound Marketing vai ensinar o porquê ele precisa daquele produto.

Assim, as ações de inbound vão atrair seus consumidores através da produção de conteúdo rico. Você será como um pescador esperando o peixe morder a isca, ou seja, o cliente virá até você e não o contrário.

Através do conteúdo, ele “descobrirá” que a sua empresa existe e assim, por isso, incentive que ele forneça seus dados (e-mail e nome) em troca com algum material gratuito. Assim, você poderá educá-lo em todos os outros momentos da sua jornada de compra.

A produção de conteúdo é o elemento-chave para despertar o interesse do cliente. Existem etapas que o cliente percorre até estar realmente preparado para comprar. O conteúdo servirá para gerar valor, construir autoridade e criar vínculos da empresa com o consumidor.

Vamos explicar, em detalhes, tudo que você precisa saber sobre para implementar essa estratégia no seu negócio. Veja como criar relacionamento com seus leads, aumentar as vendas e reduzir o custo de aquisição de novos clientes (CAC).

O que é Inbound Marketing?

O Inbound Marketing é um conjunto de estratégias que visam a produção de conteúdo relevante, que gere valor e atrair clientes em potencial. Mas não é apenas isso!

inbound marketing
Fonte: Freepik

O objetivo é captar novos contatos para criar comunicações personalizadas via e-mail marketing. Por isso, é preciso continuar criando materiais ricos para ensinar e nutrir esse grupo de pessoas sobre como a sua empresa pode ajudá-los.

Os resultados geralmente não são imediatos como no Outbound Marketing, pois esse consumidor precisará de tempo para aprender mais sobre a empresa ou produto. Muitas vezes essa pessoa nem ao menos reconhece que enfrenta uma adversidade.

Apesar dos resultados mais expressivos serem apresentado a longo prazo, as vendas geradas serão extremamente qualificadas, com alto índice de satisfação dos clientes e um relacionamento duradouro.

Quando clientes estão satisfeitos, eles recomendam!

O Inbound Marketing é uma estratégia que coloca o cliente como elemento central das ações, por isso é tão importante entender quais são os estágios de compra que ele percorre até a compra. Assim, a cada nova interação com os seus materiais ricos, o objetivo é que ele caminhe em direção ao consumo.

Portanto, o Inbound Marketing seguirá a seguinte linha de raciocínio: conquiste novos clientes atraindo a sua atenção com aquilo que ele está realmente está buscando!

E é claro, a criação de conteúdo é fundamental para chamar a atenção.

#Sugestão de leitura: O que é Funil de Vendas e Como Aplicá-lo no Marketing da sua Agência?

Benefícios do Inbound Marketing para a venda

Por ser uma estratégia focada em produção de conteúdo relevante, esses materiais ricos vão ajudar a sua empresa a se tornar uma autoridade no assunto.  Ao se posicionar como uma referência, você consegue conquistar a confiança de quem pode ser uma oportunidade no futuro para você.

Outro ponto positivo do Inbound Marketing são as linhas de comunicações abertas, ou seja, as marcas e clientes têm a liberdade de engajar em discussões entre si, ou seja, a interação é aberta e constante. Além disso, essa estratégia traz muito menos incômodo ao consumidor, pois abordam o lead no momento conveniente para ele.

Separamos alguns outros benefícios dessa estratégia:

  1. Aumenta o tráfego do site e visibilidade do seu negócio;
  2. Constrói a sua autoridade sobre temas relacionados ao seu produto;
  3. Capta leads e aumenta as vendas qualificadas;
  4. Melhora a experiência do cliente;
  5. Reduz o Custo de Aquisição de Clientes;
  6. Gera um ROI mais alto;

*OBS: Quanto mais engajado com seu lead, maior o seu relacionamento com ele. Assim, maiores serão as suas chances de vender no futuro!

Por que o Inbound Marketing dá resultado?

Olhe ao seu redor, suas redes sociais, seus e-mails, programas na TV e conte a quantidade de anúncios que você recebe por dia. Somos impactados constantemente por empresas, marcas e produtos tentando nos vender coisas diferentes.

inbound marketing o que é
Fonte: Pexel

Quando não temos uma intenção de compra despertado, em poucos minutos esquecemos esses anúncios. Somente lembramos sobre algo, quando temos um desejo sobre algo pré-estabelecido.

O Inbound Marketing dá resultado por ser um método que ensina o consumidor, faz com que ele reconheça que enfrenta problemas e o educa que a compra é o caminho para a solução. Tudo isso funciona por meio de informação via produção de conteúdo!

O diferencial do Inbound Marketing é que ele permite a interação. Enquanto as campanhas patrocinadas, venda de mídia online e offline trabalham com uma comunicação unilateral, o Inbound permite criar comunicações personalizadas, gerando engajamento e relacionamento com a sua base de leads.  

Essa abertura geralmente acontece via E-mail Marketing. Por isso, ao criar artigos, matérias, dicas, ebooks é o elemento-chave dessa estratégia. Essa produção de conteúdo será a porta de entrada para você vender.

Etapas do Inbound Marketing

A metodologia do inbound marketing segue a linha de etapas percorridas durante a jornada de compra. Os estágios de compra que são representados em formato de funil de vendas. Esse método é um dos mais aplicados ao citar as estratégias de Inbound Marketing.

inbound marketing

Importante:
O Inbound Marketing pode ser utilizado nas estratégias de negócios em diferentes mercados, não existe nenhuma restrição. O único ponto de atenção é na adaptação das ações que devem ser planejadas de acordo com as personas da empresa.

*Leia mais: Funil de Vendas para Agência de Marketing | Veja como aplicar na prática

#01 – Atrair

Esse é o ponto de partida da sua estratégia de Inbound Marketing. O objetivo é atrair a maior quantidade de tráfego possível para seu site/blog.

Fonte: Pexel

Invista em produções de conteúdo com temas e informações mais gerais. Por ser os primeiros contatos de uma audiência que você ainda não conhece, comece explicando conceitos básicos sobre assuntos relacionados com o que você vende.

*Importante:
Você pode usar links patrocinados para dar mais amplitude para seus conteúdos.

Separamos algumas dicas de onde produzir seus conteúdos, mas lembre-se que a intenção capturar novos leads:

  • Produção de conteúdo Blog – SEO;
  • Redes Sociais;
  • Links Patrocinados e Rede Display no Google;
  • Facebook Ads.

Lembre-se: os conteúdos não devem tentar vender nada, eles servirão apenas para informar. A venda acontecerá quando o lead estiver nos estágios de maturidade ideal!

#02 – Converter

inbound marketing
Fonte: Freepik

O próximo passo é planejar quais serão os pontos de captura de leads. É preciso sempre oferecer um valor em troca dessa informação. Por isso, entregue um incentivo para seu consumidor preencher um formulário e entregar esses dados.

*Importante: Quanto mais informações você tiver sobre um grupo de leads, mais assertivo você será na personalização e segmentação da sua base de contatos.

Separamos algumas sugestões de informações interessantes de serem coletadas durante o momento de conversão de leads:

  • E-mail*
  • Nome*
  • Telefone: caso você entre em contato, deixe claro no formulário;
  • Cargo;
  • Empresa e site da empresa;
  • Redes Sociais;
  • Tamanho da empresa;
  • Segmento;

Quais tipos de incentivos oferecer para a audiência do blog?       
Existem 2 formas: conteúdo rico ou oferta!
(Veja a seguir)

Ações indiretas

Para o tráfego do seu site, você vai oferecer materiais ricos. Esses materiais devem ser mais técnicos, entrar mais nos detalhes, resolver problemas específicos dos leads ou nutrir com informação para que ele reconheça que existe algo que precisa de solução.

Os formatos mais comuns são:

  • eBook;
  • Webinars;
  • Estudos;
  • Infográficos;
  • Planilhas, etc.

Ações diretas:

Posicione ofertas, cupons de descontos, testes grátis ou demonstrações do produto. Muitas vezes o seu lead já está em um estágio de maturidade alto, preparado para, porém, você ainda não sabe disso.

O ponto positivo de posicionar ações diretas é conseguir identificar os leads com intenção de consumir.

*Leia mais: Dicas para Melhorar a sua Geração de Leads

Meios para captar leads:

Use páginas de conversão para captar seus leads. Elas também são conhecidas como Landing Pages e podem ser construídas com o apoio de uma ferramenta de automação de marketing.

Você não precisa ser um programador para desenvolver essas páginas. As plataformas, em geral, já disponibilizam uma série de templates e layouts prontos. Para construir essa página, você também precisará criar um formulário, outro recurso disponibilizado pela automação de marketing.

Assim que um novo contato converter, ele automaticamente já cairá para a sua base de contatos da ferramenta. Administrar esses leads e segmentá-los por persona também é algo possível de ser feito.

Por isso, ter uma Plataforma de Automação de Marketing será fundamental para a sua estratégia de Inbound Marketing.

*Vem ver: Automação de Marketing – a Ferramenta que aproxima você do seu Mercado e das Vendas!

Outro ponto muito importante dentro do conteúdo é posicionar os CTA’s (Call-to-actions). Serão com essas chamadas para ação que você vai redirecionar seu lead para uma landing page. Eles devem ser posicionados no texto de acordo com o assunto abordado e devem ser convidativos.

Não adianta você estar falando sobre “abacaxi” e colocar um banner sobre “gatos”. São assuntos diferentes, eles não têm relação com o assunto que está sendo desenvolvido. Os CTA’s podem ser um link ou um banner, e lembre-se, seu objetivo é fazer um desconhecido se tornar um lead preenchendo um formulário de conversão.

Uma estratégia muito usada é colocar o formulário direto no texto. Isso encurta o caminho da sua audiência para conversão. Por isso, geralmente os índices de conversão acabam sendo maiores ao posicionar esse tipo de ação.

#03 – Relacionar

Agora é hora de colocar em prática os métodos de funil de vendas! A cada ação, esse lead deve se posicionar para o próximo estágio de compra. Você deve continuar produzindo conteúdo rico e relevante, entregando valor com comunicações personalizadas via e-mail marketing.

Esse é o momento em que o seu conteúdo deve fazer essa base de leads reconhecer que estão enfrentando determinados problemas. Esse reconhecimento é importante para que ele desperte a curiosidade e comece a buscar por soluções.

A solução será comprar um produto ou serviço. Existem vários tipos de campanhas e-mail marketing que você pode usar para nutrir a sua base de leads durante o funil de vendas:

  • Newsletter;
  • E-mails transacionais;
  • E-mails promocionais (cuidado para não exagerar);
  • Nutrição de leads – produção de conteúdo via e-mail.

*Leia mais: Entenda na Prática como Planejar as Etapas do Funil de Vendas

#04 – Vender

O contato do vendedor será a “cereja do bolo” para ativar um novo cliente. Quem chegou nesse estágio é porque está engajado com você, visita os seus conteúdos no Blog, baixa seus E-books e/ou abre seus e-mails.

inbound marketing vender

Ele já sabe o que ele precisa e a solução que você oferece. Isso vai facilitar a vida do vendedor.

Mas atenção: é preciso que haja a troca de informações entre os departamentos de Marketing e Vendas. Para minimizar os conflitos e automatizar processos, recomendamos a integração da Automação de Marketing com o CRM. 

Existe uma técnica de pontuação de leads, que é um recurso oferecido apenas pelas Plataformas de Automação de Marketing. Com essa funcionalidade, a cada ponto de interação do seu lead, ele acumula pontos. Assim, quanto mais engajado, mais ele está preparado para comprar. Aplicando essa técnica, será mais fácil identificar quais são os leads que devem ser contatados pelo time de vendas.

#05 – Analisar

inbound marketing analisar
Fonte: Pexel

A internet trouxe diversos desafios ao Marketing, mas também algumas oportunidades. Dentre elas está a possibilidade de rastrear e analisar com mais precisão o comportamento do consumidor.

Por isso, é possível analisar os resultados obtidos nas ações Inbound Marketing. Por envolver diversos canais de comunicação diferente, você precisa de uma ferramenta de analytics que identifique a origem e as ações dos seus leads.

Você pode analisar informações através de um conjunto de ferramentas para marketing digital. Veja essas dicas de ferramentas para análise e testes: 

Google Analytics:    
Use os parâmetros de UTM para potencializar seu resultado!

Lucky Orange:         
Veja como a audiência está interagindo com seus materiais. O mapa de calor é um recurso excelente para entender como melhorar seu texto e posicionar CTA’s em pontos estratégicos.

Plataforma de Automação de Marketing:
Analise Métricas, crie relatórios personalizados e faça Testes A/B dos seus e-mails marketing. Além disso, acompanhe os índices de conversão em leads e crie fluxos de e-mails baseado em regras.

Inbound Marketing: Por onde começar?

Fonte: Pexel

Agora é hora de colocar a mão na massa e desenhar a sua estratégia de Inbound Marketing, pensando no seu cliente do seu negócio. Separamos 3 pontos de atenção para elaborar o seu planejamento.

#01 – Crie suas Personas e Entenda as suas jornadas de compra

Ter as suas personas bem desenhadas e compreender quais são as jornadas que o seu lead percorre durante os pontos de contato com a sua empresa será a base da sua estratégia de Inbound Marketing. Por isso, quanto mais você souber sobre a sua persona, melhor!

A jornada do cliente respeitará os estágios descritos acima:

  • Atrair
  • Converter
  • Relacionar
  • Vender

Recomendamos que você faça o mapa de empatia das suas personas. Esse método vai te ajudar a entender quais são as situações e dores enfrentadas por um grupo de consumidores em comum. Assim, ficará mais fácil planejar a sua linha editorial e selecionar os assuntos relevantes para essa audiência.

Para criar o mapa de empatia, responda com o máximo de informações possíveis sobre a sua persona, essas 6 perguntas a seguir:

  • O que ele pensa e sente?
  • O que ele vê?
  • O que ele ouve?
  • O que ele fala e faz?
  • Quais são as suas dores?
  • Quais são as suas necessidades?

#02 – Crie uma Linha Editorial para sua Produção de Conteúdo:  

Após reunir dados e informações sobre suas personas, o próximo passo é criar uma linha editorial dos conteúdos. Basicamente você vai reunir assuntos relevantes para as suas personas e fazer um levantamento do que precisa ser criado.

Todos os seus conteúdos, quando elaborados visando estratégias de Inbound Marketing, devem responder a essas 4 perguntas:

  • Para qual persona?
  • Qual estágio de compra? 
  • Qual é o objetivo?
  • Ele vai me fazer vender no (curto, médio, longo prazo)?

Uma boa estratégia de conteúdo é aquela que se baseia na busca das palavras chaves mais buscadas no Google. Quanto mais ela é buscada, mais oportunidade para investir nessa palavra-chave. Para identificar as melhores “Keywords”, use alguma dessas 3 ferramentas:

Mesmo escolhendo palavras-chaves, é possível observar que existe uma concorrência de empresas competindo para ficar bem posicionado no Google.

Para se destacar e atrair tráfego orgânico para seu Blog, existem métodos para otimização de SEO (Search Engine Optimization). Separamos alguns deles para aplicar no seu Blog:

1º) Certifique que o Blog e seu Site estão indexados no Google!
2º) Seus conteúdos devem sempre ter uma palavra-chave!
3º) As páginas devem estar adaptadas para Mobile;
4º) Monitore estatísticas no Google Search Console;
5º) Tenha links externos (link building) do seu site em conteúdo de blogs ou sites parceiros;
6º) Crie Landing Pages otimizadas para SEO.

OBS: O WordPress é uma plataforma muito usada para produção de conteúdo em Blog.

#03 – Use uma Ferramenta de Automação de Marketing:

O terceiro passo para implementar suas estratégias de Inbound Marketing e que consideramos como a “cereja do bolo” é a ferramenta de Automação de Marketing. Você vai atrair uma audiência para uma rede de contatos e o objetivo é captar novos leads, certo?

A Plataforma de Automação de Marketing vai ajudar a desenhar os fluxos de comunicações e redirecionar seus leads para os conteúdos de interesse dele. E o melhor: tudo isso de forma automatizada! Você pode criar páginas de conversão, segmentar listas de contatos, adicionar campos personalizados (mais informações sobre seus leads), criar fluxos de envios de e-mails (de acordo com o comportamento), entre outras ações.

Um dos recursos mais usados por quem usa a Automação de Marketing é a Técnica de Pontuação de Leads, que permite automatizar os funis de vendas por persona. Se você quer sucesso em Inbound Marketing, então reforçamos que você precisa dessa ferramenta!

Compare 4 Ferramentas de Automação de Marketing

Conclusão:

O Inbound Marketing é um método que traz resultado quando bem aplicado e respeitando a jornada de compra do seu cliente. Para executar os métodos de funis de vendas e captar novos leads, é preciso do apoio de uma plataforma de automação de marketing.

A Kmaleon pode te ajudar a encontrar uma ferramenta para inbound marketing ideal para o seu negócio, de maneira imparcial. Somos uma plataforma que você busca, compara e decide quais tecnologias atendem a sua necessidade. Veja as principais opções para Automação de Marketing recomendadas para Inbound Marketing.

QUERO BUSCAR POR UMA AUTOMAÇÃO DE MARKETING!

Sugestões de Próximas Leituras:

Gostou do conteúdo?
Inscreva-se para saber mais sobre outras tecnologias, dicas e informações que vão melhorar a gestão do seu negócio.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.