Integração do ERP com o E-commerce: Dicas infalíveis para não Errar!

Já passou pela situação de vender algo que não tem em estoque? A integração do e-commerce com um sistema de ERP vai te ajudar a vender mais e garantir mais rentabilidade para o seu negócio.

Os benefícios para seu negócio são uma gestão melhor, com um fluxo financeiro organizado e automatizado, e um controle do estoque sem erros.

O terror de todo o lojista é fazer com que essa integração funcione na prática. Veja dicas para fazer dessa integração um verdadeiro sucesso!

Por que fazer a integração do ERP na Plataforma de E-commerce?

Vejas os principais benefícios de integrar a sua loja virtual a um Sistema de Gestão Empresarial.

#01 – Estoque: Melhorias no Controle de Mercadorias e Redução de Custo;

#02 – Financeiro: Organização do Fluxo de Caixa, cobranças, boa gestão dos custos e acompanhamento do DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício);              

#03 – Fiscal: emissão de notas fiscais automatizadas e organização no sistema fiscal;

#04 – Tempo: processos mais automatizados e equipes mais produtivas;          

#05 – Erro: Menores chances de erros manuais na operação;     

#06 – Acompanhamento: Análise de KPI’s e monitoramento de performance;

#07 – Experiência do Cliente: agilidade no atendimento, impactando positivamente na satisfação do consumidor, o que gera recompra;            

#08 – Negócio: Gestão Empresarial por Completo e Organização de Informações!            

3 Pontos de Atenção para a Integração

Fique atento! Separamos os pontos que devem ser observados para garantir o bom funcionamento da integração do ERP com a sua Plataforma de E-commerce.

#01 – Fluxo operacional entre os sistemas

O fluxo operacional entre o ERP e a plataforma devem relacionar os dados de maneira simultânea, inclusive o processo inverso. Porém, por se tratar de 2 plataformas diferentes, elas podem apresentar fluxos diferentes.

Para o fluxo do ERP para a Plataforma de E-commerce:

Acompanhe as informações como o de cadastro de produtos, como por exemplo, categoria cadastrada, preço e estoque.

Para o processo inverso — ou seja, da plataforma para o ERP:

Fique atento as informações transmitidas, tais como novos pedidos e baixas no estoque. O cadastro das mercadorias na Loja Virtual deve ser realizado sempre por meio do ERP. Assim, você conseguirá evitar que produtos saiam do controle interno do negócio.

#02 – Ruptura de estoque:

Não ter um produto anunciado é um dos erros mais graves de quem vende online. Por isso, durante a integração, faça o double check na sua ruptura de estoque e se as informações estão integradas.

#03 – Sincronismo de preços:

Os preços das mercadorias sofrem reajustem constantemente, por isso, acompanhe se as alterações dos valores estão sendo atualizadas. Fazer essa verificação vai evitar muitas dores de cabeça futuras. É indispensável que o valor do produto seja exatamente o mesmo na plataforma e no ERP.

Sugestão para Próxima Leitura:

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.