Google Ads: Anúncios usando os Links Patrocinados

Está buscando dar os primeiros passos com o seu Google Ads? Vamos abordar os principais pontos sobre essa ferramenta, com dicas riquíssimas para escalar os resultados dos seus anúncios.

O Google Ads é uma plataforma de anúncios do Google e você pode criar diversos tipos de campanhas, como de rede de pesquisa, displays, no youtube, no gmail e na playstore.

Sabe quando você pesquisa no Google e aparece um banner no topo como anúncio, ou quando você está assistindo um vídeo e antes de começar o vídeo aparece um vídeo de um anúncio?

Todos eles foram configurados dentro da plataforma do Google Ads.

Mais do que simplesmente aprender a mexer nas funcionalidades, é preciso também ter uma compreensão de qual momento da jornada de compra do seu cliente ele está e qual mensagem passar em cada tipo de anúncio.

Abordaremos todos esses temas aqui, então fique ligado. 😉

Como funciona o Google Ads?

As campanhas no Google funcionam como se fossem leilões de palavras-chaves, que também são chamados de links patrocinados. Basicamente, você cria anúncios (rede de pesquisa ou display) com base na palavra escolhida. O valor investido nos links patrocinados vai de acordo com a quantidade de clique em seu anúncio.

Por isso, é fundamental acompanhar o Custo por Clique (CPC) de cada palavra-chave escolhida. Para começar a anunciar, basta você criar a conta da sua empresa no Google Ads.

Será nessa plataforma do Google que, você colocará os valores dos seus lances por palavra-chave. O valor mínimo para o seu anúncio aparecer na rede de pesquisa varia de acordo com a palavra escolhida (cada uma tem um valor de acordo com o volume de buscas já realizadas por usuários).

O que analisar antes de criar Anúncios no Google Ads?

No momento da configuração das suas campanhas, você conseguirá analisar o CPC Mínimo e decidir melhor quais as palavras usar em a sua campanha. O CPC mínimo é o valor mínimo sugerido pelo Google, que é baseado na competição da palavra escolhida.

Por isso, quanto mais concorrida for a sua “keyword”, mais cara ela será.

Recomendamos que você faça um planejamento das suas palavras-chaves no Planejador de palavras-chaves (funcionalidade gratuita dentro da plataforma do Google Ads). Com ele, você conseguirá consultar, analisar e decidir quais são as palavras ideais de acordo com o objetivo da sua campanha.

Faça uma análise do volume de busca orgânica

Sugerimos que você faça uma análise do volume de busca dessas palavras antes de anunciá-las. Isso porque, quanto mais vezes ela for procurada, maiores serão as chances de alguém clicar em você e chegar na sua página.

Existem algumas ferramentas que te ajudam nesse desafio, como por exemplo, o Google Trends e o SEMRush.

Entenda o comportamento de quem procura no Google

Pense em anunciar principalmente para aqueles que estão maduros o suficiente para comprar, ou seja, aquelas pessoas que já sabem o que querem.

Por exemplo, se alguém busca no Google “tênis nike de corrida”, isso significa que aquela pessoa está muito interessada em comprar um tênis de corrida e que tem preferência pela marca Nike.

São esses consumidores maduros que você quer atrair a atenção em suas campanhas patrocinadas pelas redes de pesquisa do Google. Para analisar os interesses de quem busca por um determinado assunto, faça uma pesquisa e veja quais são os resultados que mais aparecem na primeira página do Google.

Não apenas os anúncios sugeridos, mas também os tópicos que as pessoas mais querem saber sobre aquele assunto. Entenda se o que está aparecendo nas redes de pesquisa faz sentido com o que está sendo procurado.

Exemplo de Jornada de Consumo Online pelo Google Ads:

“tênis nike de corrida”

Para uma melhor compreensão da importância do Google Ads para melhorar o alcance e visibilidade dos seus produtos comercializados online, criamos um exemplo para a persona chamada João. Confira a seguir:

João, um apaixonado por corrida de rua, quer comprar um tênis novo, pois o que ele tem usado já está desgastado e meio velho. Ele sempre gostou da marca nike e está acostumado com ela.

Foi então, que ele pesquisou no Google “tênis nike de corrida” para saber quais eram as opções disponíveis dentre as lojas online e grandes marketplaces.

Em sua pesquisa, ele se deparou com anúncios bem colocados nas primeiras posições de busca de alguns E-commerces e resolveu visitar a página.

Naquele momento, João estava apenas tomando um conhecimento sobre preços e as opções disponíveis no mercado. Durante a sua procura, ele visitou alguns outros e-commerces e decidiu não comprar por enquanto, pois achou os preços muito caros.

Porém, desde então, ele começou a ser impactado por anúncios promocionais de tênis de corrida. Os anúncios o seguiam nos portais de notícias que ele visitava e nas redes de pesquisa do Google.

Com os anúncios externos ao site, João foi impactado por uma promoção considerada imperdível por ele. Foi nesse momento que ele clicou no anúncio e finalizou a compra.

O Remarketing no Google Ads

Uma excelente estratégia para quem trabalha com o comércio online é criar os anúncios chamados Remarketing. Para que você entenda melhor o que esse tipo de campanha patrocinada faz, confira um exemplo da jornada de busca de um consumidor interessado em comprar um Tênis Nike de Corrida.

Os anúncios que João – citado no exemplo de jornada de consumo online acima – foi impactado, trata-se de Remarketing. Eles são utilizados para incentivar quem não fechou uma compra com você. A sugestão é trabalhar com linhas promocionais para chamar a atenção do consumidor.

O Remarketing pode ser nas Redes de Display do Google, você pode configurá-lo na própria plataforma do Google Ads e colocar as suas imagens e comunicações criativas de acordo com os formatos sugeridos pela plataforma.

Estou tendo um bom resultado?

Saiba como analisar o seu retorno sobre o investimento (ROI):

Trabalhar com os anúncios do Google e com marketing digital é testar o tempo todo, por isso, monitore e sempre acompanhe as suas campanhas. Por isso, fizemos uma lista de métricas que você deve analisar em suas campanhas criadas pelo Google Ads:

CPC – Custo por Clique:

Essa métrica é fundamental para controlar o orçamento da sua campanha.

CTR – Click-Through Rate (taxa de cliques)

Essa métrica é uma porcentagem medida entre a quantidade de pessoas que efetivamente clicaram no seu anúncio e a quantidade de vezes que o seu anúncio apareceu. A informação obtida através da análise dessa métrica é se a sua campanha está performando bem (ou não).

ROI – Retorno sobre Investimento:

Para otimizar os seus links patrocinados, entenda o retorno que você está tendo para cada R$1 investido em campanha, ou seja, calcule o seu ROI (retorno sobre investimento).

Índice de Qualidade

Essa métrica é uma nota que o Google atribuí a sua campanha entre 1 a 10. Basicamente ela te mostrar a projeção de sucesso para o seu anúncio. Quanto maior a sua nota, mais a sua campanha é relevante para o Google, portanto a sua taxa de clique é maior.

Sugestão para próxima leitura:

Receba conteúdos semanalmente com dicas, entrevistas, bate papos e novidades no mundo dos negócios. Basta se inscrever e pronto! 😉

Obrigada e até a próxima.